Notícias

10 de agosto de 2020

Envelhecimento ativo: o que é e qual sua importância

Voltar

Compartilhe:

Envelhecimento ativo: o que é e qual sua importância

Conheça mais sobre a Geriatria, uma especialidade que tem se consolidado baseada em evidências científicas.

Segundo a geriatra Dra. Vanessa Piccoli, “a Geriatria é uma especialidade que tem se consolidado baseada em evidências científicas que avançam a cada dia, capaz de proporcionar cuidado amplo e individualizado, visando longevidade e melhor qualidade de vida para a população idosa”.

Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), para que o envelhecimento seja uma experiência positiva, ele deve ser acompanhado de oportunidades contínuas de saúde, participação e segurança. Envelhecimento ativo é o processo que otimiza estas oportunidades, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas envelhecem.

O envelhecimento ativo permite que as pessoas percebam o seu potencial para o bem-estar físico, social e mental, ao longo do curso da vida, e que participem da sociedade de acordo com suas necessidades, desejos e capacidades. O termo “ativo” refere-se à participação contínua nas questões sociais, econômicas, culturais, espirituais e civis, e não somente à capacidade de estar fisicamente ativo ou de fazer parte da força de trabalho. O objetivo é aumentar a expectativa de uma vida saudável e a qualidade de vida para todas as pessoas que estão envelhecendo, inclusive as que são frágeis, fisicamente incapacitadas e que requerem cuidados.

Geriatria é a especialidade médica capaz de proporcionar abordagens individualizadas a pessoas em diferentes fases do processo de envelhecimento. Geriatra é o(a) médico(a) que utiliza uma abordagem ampla para a avaliação clínica, envolvendo desde a promoção do envelhecimento saudável até o tratamento e a reabilitação do idoso.

Além de lidar com doenças como as demências, a hipertensão arterial, o diabetes e a osteoporose, o geriatra também trata de problemas com múltiplas causas (tonturas, incontinência urinária, quedas). É capaz de avaliar interações entre medicamentos e alertar sobre remédios que podem ser potencialmente inadequados para o idoso. Ele também é apto a fornecer cuidados aos pacientes portadores de doenças sem possibilidade de cura e em situação de final de vida.

A fim de promover a saúde dos seus beneficiários, o Círculo Saúde conta com profissionais capacitados na área de geriatria. Para mais informações, contatar com o número (54) 2101.0000.

Referências: Envelhecimento ativo: uma política de saúde (Organização Mundial de Saúde); Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia.

Compartilhe:

Galeria de imagens