Notícias

28 de janeiro de 2020

Prevenção - dicas de coração para você

Voltar

Compartilhe:

A prevenção é nossa maior aliada para manter uma vida saudável

A prevenção primária engloba ações realizadas para evitar a ocorrência da doença e suas estratégias são voltadas para a redução da exposição aos fatores de risco, como a falta de alimentação adequada, ausência de atividade física e de lazer, entre outros fatores.

Com o objetivo de dar dicas para cuidados com a saúde física, mental e espiritual, publicaremos temas que são importantes para nossa integridade como ser humano.

Para iniciar, seguem "Dicas de coração para você."

Bom proveito! Sendo o seu caso, Comece logo a praticar.

VAMOS FALAR SOBRE PRESSÃO ALTA

Dados preliminares do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, também mostram que, em 2017, o Brasil registrou 141.878 mortes devido a hipertensão ou a causas atribuíveis a ela. Esse número revela uma realidade preocupante: todos os dias 388,7 pessoas se tornam vítimas fatais da doença, o que significa 16,2 óbitos a cada hora. Grande parte dessas mortes é evitável e 37% dessas mortes são precoces, ou seja, em pessoas com menos de 70 anos de idade.

A hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença crônica caracterizada pelos níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. Acontece quando os valores máximo e mínimo são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg (ou 14 por 9), fazendo com que o coração exerça um esforço maior do que o normal para fazer a distribuição do sangue no corpo.  A doença é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de acidente vascular cerebral (AVC), enfarte, aneurisma arterial e insuficiência renal e cardíaca. A prevenção está ligada a uma dieta equilibrada e a realização de atividades físicas.

A pressão alta não significa que o indivíduo seja hipertenso. Portanto, o cardiologista é o especialista que deve ser consultado para o correto diagnóstico e o tratamento adequado. A hipertensão não tem cura, mas pode ser prevenida e controlada com acompanhamento médico.

Mudanças de hábitos para controlar a PRESSÃO ALTA:

- diminuir a utilização de sal

- controlar o estresse

- reduzir o peso corporal

- evitar cigarro e bebidas alcóolicas

- praticar atividade física regularmente

- evitar o consumo de gorduras

- controlar o colesterol

Para controlar a pressão arterial baixa, deve-se atentar aos sinais e sintomas como tonturas e desmaios. A pressão baixa pode estar relacionada a doenças graves como infarto do miocárdio, embolia pulmonar e diabetes. Quando as quedas de pressão são frequentes, é fundamental que se faça uma consulta médica.

Cuidados e mudanças de hábitos para controlar a PRESSÃO BAIXA:

- levantar devagar

- procurar local arejado

- deitar com pernas elevadas

- evitar bebidas alcóolicas

- evitar cruzar as penas

- evitar ficar de pé por muito tempo

- ingerir alimentos com pouco carboidrato

- beber no mínimo dois litros de água por dia

- em alguns casos, aumentar a ingestão de sala, sempre com orientação médica

Fonte: Comunicação e Mkt

Compartilhe:

Galeria de imagens